Sábado, 24 de Abril de 2010

 

     Olá. amigos!

     Cá estamos de novo para vos falar de mais um feriado nacional, o 25 de Abril.

     Mas desta vez vamos contar-vos uma história, ou melhor, uma fábula, acerca deste tema, que ouvimos contar na Hora do Conto, na Biblioteca Municipal.

     O autor dessa fábula, que se intitula " A  Fábula dos Feijões Cinzentos " ou " Outra História do 25 de Abril" é  José Vaz.

     E nós vamos recontá-la à nossa maneira. Esperamos que gostem.

 

      Era uma vez um reino rectangular, chamado "Jardim à Beira-Mar Plantado", onde viviam feijões de várias cores, muito alegres ( feijões vermelhos, feijões-verdes, feijões brancos, feijões pretos, feijões-frade, ...) e também  as suas mulheres, as feijocas. Esses feijões viviam bem nesse reino, onde havia muito Sol, muito ar e muita água.

    Mas, um dia, veio um Feijão Carrapato, que começou a mandar em todos, muito autoritário, e que retirou a água, o ar e o sol aos outros feijões, que começaram a ficar tão tristes, tão desanimados... que até perderam a cor e ficaram todos cinzentos.

     Esses feijões viveram assim, tristes e sem liberdade, governados por esse Feijão Carrapato, durante 48 anos. (Este tempo foi a época da ditadura,em que os portugueses não tinham liberdade para nada, estão a perceber?)

     Durante esse tempo, até houve uma guerra entre feijões brancos e feijões pretos, onde morreram muitos, de uns e de outros, porque os feijões pretos queriam mandar na sua terra e mandar os brancos embora. (Isto fala da guerra colonial em África: em Angola, Moçambique, Guiné, ...)

     Os feijões que mandavam até colocaram olhos à espreita e ouvidos à escuta em todas as paredes, para que os outros não pudessem dizer mal deles, e se o dissessem iam presos.(Isto quer dizer que havia polícias da PIDE por todo o lado, sempre a vigiar  as pessoas...)

     Ao fim de todos esses anos, já fartos e cansados dessa vida tão triste e cinzenta, os feijões da nossa história organizaram-se e fizeram uma revolução, para acabar com o governo do tal Feijão Carrapato, ficando todos mais alegres, mais livres e mais coloridos!

     Nesse dia era 25 de Abril de 1974 e todos recuperaram a liberdade!

     E assim se comemora o DIA DA LIBERDADE!

     (Pensamos que nem é preciso explicar-vos que esse reino, chamado " Jardim à Beira-Mar Plantado", é o nosso país, Portugal !

 



publicado por outrosreguilas às 21:29
[:1 ola prof . estive a ler o texto sobre o 25 de abril, e acho que esta muito interessante!!e para quem nao sabe,no texto esta a explicar tudo!!!ah e desculpa por nao comentar e nem vir no blogue é que o meu computador so vai chegar no dia 5 de maio !! beijokas xau111
wictoria a 1 de Maio de 2010 às 23:09

4º ANO TURMA 19 EB1 CADAVAL PROF. CELINA DOMINGUES
mais sobre mim
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO