Segunda-feira, 14 de Junho de 2010

                    

 

    Micróbios úteis - as bactérias do iogurte

  

    -Observação ao microscópio óptico, de estreptococos e lactobacillus.

    

   -Realização da experiência de fabricação de iogurtes numa iogurteira .

 

ESTREPTOCOCOS DO IOGURTE

                                                 

 

                                      Relatório da Experiência

 

     Dia 7 de Junho

  

     Retirámos uma gotinha de soro de um iogurte natural e observámos ao microscópio.

     Conseguimos observar muitos micróbios e distinguia-se muito bem um Estreptococos.

     Também observámos muitos Lactobacillus, que são muitos e muito pequeninos.

 

 

 

                  Preparação da experiência:

 

 

         Material:

  

1 iogurte natural

1 litro de leite

1 tigela e uma colher

1 iogurteira eléctrica

 

        Procedimento:

 

- O copo nº 1 da iogurteira foi cheio com leite apenas e colocado dentro da iogurteira;

- misturámos bem o resto do leite com o iogurte;

- deitámos a mistura dentro dos outros 6 copos e colocámo-los, fechados, dentro da iogurteira;

- tapámo-la e ligámos à electricidade;

5º - enchemos outro copinho com o resto da mistura de leite e iogurte e deixámo-lo ficar fora da iogurteira.

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

  No dia seguinte, 8 de Junho, desligámos a iogurteira às 9h.

 

   Observação:

 

   - A iogurteira estava morna.

 

   - O copo nº 1, que continha só leite, tinha o leite quente e normal.

 

   - O copo que ficou fora da iogurteira com a mistura estava líquido, embora um pouco espesso.

 

   - Os 6 copos da iogurteira continham iogurte sólido e também bastante soro em cada um.

 

Este copo foi o que ficou fora da iogurteira.
 

 

   De seguida, colocámos os iogurtes numa geleira para refrescarem, pois estavam mornos.

 

 

   Às 11 horas, os iogurtes já estavam frescos.

   Dividimo-los em copinhos e comêmo-los com doce de morango ou com um pouco de açúcar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 ESTAVAM MUITO BONS!!!!!!!!!!!!!                                                            

 

 

 

 

 

Gostámos muito desta experiência e gostávamos de fazer outra,  porque são muito interessantes e aprendemos muitas coisas novas com estas actividades!

                                                       

                                                                   

       

 

   Conclusão: 

 

   Aprendemos que os iogurtes são feitos com a acção de micróbios úteis - as bactérias lactobacillus e estreptococos , que transformam o leite em iogurte.

   Para se reproduzirem e fazerem essa transformação, essas bactérias precisam de estar cerca de 12 horas a uma temperatura adequada ( de aproximadamente 38 a 40 graus).

   Por esta razão é que o leite do copo que ficou fora não se transformou em iogurte: não esteve à temperatura adequada. E o que ficou lá dentro só com leite esteve a essa temperatura mas não continha as bactérias do iogurte.

   Tinha que ter as duas condições para fazer os deliciosos iogurtes que nós comemos!                                    

       

         

                                                                                          

                                                                                                                                                                                                                               

                                                                                     



publicado por outrosreguilas às 22:10
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

4º ANO TURMA 19 EB1 CADAVAL PROF. CELINA DOMINGUES
mais sobre mim
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
18
19

20
22
23
24
25
26

27
28
29
30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO